Suplementos Herbais para Disfunção Erétil podem ser Perigosos

 

Suplementos Herbais para Disfunção Erétil podem ser Perigosos

É feio. É frustrante. É um tema que pode fazer homens crescidos ficar corado da cabeça aos pés. Ninguém gosta de lidar com a disfunção erétil, e muito menos falar sobre isso. E isso está pondo homens em um risco de saúde maior do que nunca.

Porque eles ficam envergonhados em trazer à tona suas preocupações para os médicos, os homens com disfunção erétil frequentemente recorrem à internet para aconselhamento médico, e esta pode ser a pior atitude possível porque isso os torna vulneráveis ao tipo errado de conselho – no caso, o uso de suplementos herbais ou “naturais” para tratar a disfunção erétil.

O conceito de natural nem sempre significa seguro. Só porque algo é uma planta, ou à base de plantas não significa que ele não tenha efeitos colaterais. As preocupações foram principalmente centradas no uso muito difundido de medicamentos herbais para o tratamento de disfunção erétil sem supervisão médica.

Acredita-se que a disfunção erétil afeta um terço dos homens com idade acima de 40 anos. As causas da disfunção erétil são geralmente físicas, mas stress e problemas de saúde mental podem piorar a condição.

Em uma nova pesquisa conduzida em 2000 homens com idade entre 25 e 65 anos, quase 40% dos participantes consideraram remédios herbais como sendo “mais saudáveis” e “mais naturais” para o tratamento da disfunção erétil. Isto é desconcertante, considerando que 43% obtêm suas informações médicas nos sites dos produtos, enquanto 41% confiam em recomendações boca-a-boca da família e de amigos.

Suplementos para saúde masculina feitos com ingredientes tradicionais como o Tongkat Ali e o Yohimbe devem ser tomados com cautela, porque eles nem sempre são tão seguros quanto é anunciado que eles sejam. Yohimbe é particularmente perigoso para homens mais velhos porque ele causa palpitações cardíacas – uma alta frequência cardíaca – quase como anfetaminas.

É alarmante mas é verdade: testes de laboratório tem também revelado que alguns dos suplementos sexuais “naturais” vendidos no mercado podem estar associados a outros ingredientes inquietantes. Um aditivo comum é o inibidor do PDE5. Este ingrediente bloqueia a enzima PDE-5, o que resulta no relaxamento dos músculos lisos do pênis e em fluxo de sangue aumentado e é o princípio ativo básico dos remédios receitados como a famosa pilula azul.

Suplementos PerigososNo_decorrer da pesquisa, também foram encontrados traços de medicação para diabetes misturado aos suplementos herbais que dizem tratar a disfunção erétil. Outra coisa para se vigiar são remédios falsificados, que podem possivelmente conter traços de tinta de impressora, ácido bórico, giz, e até cristais de vidro.

Um valor estimado de 70% a 90% dos medicamentos falsificados são vendidos pela internet; mais de 90% das farmácias online fornecem remédios controlados sem uma receita e 95.6% das farmácias online estão operando ilegalmente.

Alguns pacientes disseram: ‘Eu uso Viagra Canadense’. E o que eles fizeram foi comprar remédios falsificados de um centro de distribuição canadense e quase sempre suas medicações vieram da China ou da Índia. Estes são dois países que largamente ignoram leis internacionais de patente.

Globalmente, a disfunção erétil é um problema crescente, e os homens afetados estão ficando mais jovens a cada dia, por causa do estilo de vida moderno. Enquanto pressão alta, diabetes, colesterol alto e obesidade são causas comuns de disfunção erétil, a condição por si só pode também ser a um indicativo de doença vascular.

Se você analisar homens que passaram por cirurgia de ponte de safena, 57% deles dirão que tiveram problemas de ereção antes da cirurgia. Um total de 64% dos homens hospitalizados por infarto do miocárdio e ataque cardíaco informou terem disfunção erétil que antecede o início de seus sintomas de angina.

De fato, acredita-se que o intervalo entre o início da disfunção erétil e o início da angina é de cinco anos. Um bom indicador de saúde seria confirmar se um homem consegue subir dois lances de escada rapidamente sem ficar com dor no peito. Foi demonstrado que se um homem consegue fazer isso, as chances de ter um ataque cardíaco durante ou próximo da hora da prática do sexo é quase zero.

Isto dito, homens com disfunção erétil nunca deveriam comprar remédios falsificados pela internet. E também tome muito cuidado com onde compra os suplementos naturais em lojas convencionais. Sim, a condição é embaraçosa. Sim, deve ser difícil encontrar um médico com quem você se sinta confortável o suficiente para conversar. Mas estes todos são fatores necessários a serem superados para acelerar o caminho para a recuperação.

homens com disfunção erétilO_conceito de anonimidade é muito importante para homens com disfunção erétil. Mas é igualmente importante encorajar os homens com disfunção erétil a trata-la cedo e regularizar a situação. Homens são apenas tão bons quanto sua última ereção. Nós devemos reduzir a erosão da confiança, reduzir o impacto nos relacionamentos deles e leva-los de volta a uma vida saudável assim que possível.

A sociedade precisa parar de pensar na disfunção erétil como um “problema de qualidade de vida”. Assim como diabetes, hipertensão e colesterol alto são condições médicas válidas, a disfunção erétil deveria também ser tratada como uma condição médica.

Depois de discutir o problema com o seu médico, considere mudar seus hábitos alimentares para ajudar com a impotência. Adicionando alguns suplementos para disfunção erétil ao seu plano de tratamento deve ajudar a melhorar a situação.

Certos minerais também promovem uma vida sexual saudável e uma excitação duradoura que combate a disfunção erétil.

Zinco: A próstata armazena zinco em uma quantidade altamente concentrada e baixas quantidades de zinco são frequentemente encontradas em homens com dificuldades de ereção. Zinco é necessário para a criação adequada de testosterona e o desenvolvimento do esperma.

Magnésio: Embora encontrado apenas em quantidades vestigiais no corpo, ele é importante para combater a disfunção erétil. O magnésio desempenha um papel importante na criação do androgênio, estrogênio e os neurotransmissores que regulam o desejo sexual.

Selênio: Quase 50% do selênio nos homens fica localizado nos testículos e dutos seminais, e perda de selênio significa baixa contagem de esperma e esta pode levar à disfunção erétil.

A cultura asiática tem há muito tempo usado suplementos herbais para uma miríade de doenças e com grande sucesso. Existem vários suplementos que podem ser usados para ajudar a tratar a disfunção erétil, você só precisa de ter cuidado com o sitio onde os encomenda.

Veja Também Este Artigo

.Ou
Conheça os Produtos que Recomendamos para Acabar com a Disfunção Erétil de Vez
Clica Aqui

 
» Sobre » Contatos » Condições

Nós promovemos ou sugerimos a venda de produtos e/ ou serviços que não são nossos. As nossas recomendações são sempre baseadas na nossa crença de que o produto oferece excelentes benefícios aos nossos leitores.
No entanto, esta informação não deve ser tomada como conselho médico ou prescrição de tratamento para qualquer doença.

PLPinto.M.pt ® Todos os Direitos Reservados.