PLPinto.M.pt  

Disfunção Erétil → Causas, Sintomas e Tratamentos

 
Disfunção Erétil, Causas, Sintomas e Tratamentos


A disfunção erétil é definida como a incapacidade para obter ou manter uma ereção que garanta relações sexuais satisfatórias e afeta mais de metade dos homens com as idades compreendidas entre os 40 e 80 anos. Desde sempre tida como uma doença ‘tabu’ que pouco era falada e muito menos assumida, era tratada com a ajuda de algumas ervas orientais quase que em segredo até ao aparecimento dos famosos comprimidos azuis, que vieram colocar esta doença e outros problemas sexuais na ‘boca do mundo’.

Desde ai outros concorrentes apareceram e os homens passaram a combater os sintomas da disfunção erétil com a ajuda destes medicamentos prescritos; mas agora tem vindo a aparecer no mercado alguns remédios naturais que providenciam uma alternativa relativamente eficiente e segura às drogas para a disfunção erétil.

A disfunção erétil pode ser dividida em três tipos: Psicológica – ou seja, mental. Orgânica – ou seja, devida a alguma forma física ou doença. Hormonal – ou seja, devido ao descontrolo ou baixos níveis de algumas hormonas como a testosterona e o HGH.

Causas psicológicas da disfunção erétil

As causas psicológicas são mais comuns nos homens com menos de 30 anos e pouca experiencia sexual e, embora sejam muitas e difíceis de abordar têm a ver normalmente com a depressão, a ansiedade relaciona com o desempenho sexual, problemas na relação ou no casamento, problemas sociais ou financeiros ou algum problema mental. Antes de tratar a disfunção erétil destes casos convém que a causa subjacente seja primeiro eliminada.

Causas orgânicas da disfunção erétil

Existem quatro causas principais da disfunção erétil orgânica: vascular, neural, hormonal e induzida por medicamentos ou drogas. A diabetes, a hipertensão e o abuso de tabaco ou álcool são as três principais causas em homens com mais de 50 anos. Neste caso a causa da disfunção sexual determina o tratamento a seguir.

Alterações na circulação de sangue até ao pénis é normalmente a causa principal. Doenças como a osteosclerose, colesterol elevado, hipertensão e diabetes diminuem a circulação do sangue nos órgãos sexuais tornando assim muito mais difícil a obtenção de uma ereção. Os doentes com doenças cardiovasculares e diabetes representam o maior grupo de doentes com disfunção erétil. Nestes casos baixar o colesterol com uma dieta equilibrada, com suplementos ou medicamentos ajuda a melhorar a condição.

Causas hormonais da disfunção erétil

Causas hormonais da disfunção erétilNíveis_baixos de certas hormonas, como a testosterona, é normalmente a causa da disfunção erétil. A testosterona diminui naturalmente cerca de 1% ao ano e pode contribuir para a disfunção erétil à medida que a idade avança. A testosterona diminui igualmente nas mulheres, levando ao que normalmente se chama de diminuição do desejo sexual feminino. A reposição de testosterona nos homens mais afetados e os suplementos de testosterona nos outros costumam resolver este problema sexual relacionado com a idade.

A testosterona propriamente dita apenas está disponível com receita medica e deve ser cuidadosamente acompanhada por um médico pois pode causar graves problemas de saúde (entre eles o cancro da próstata). Mas existem muitos afrodisíacos e suplementos naturais de testosterona e de HGH que influenciam a produção natural de testosterona pelo organismo e podem ser de grande ajuda no combate aos sintomas da disfunção erétil.

Mas primeiro… Dieta e perder peso → o que come faz toda a diferença!

O exercício e consequente perda de peso melhora significativamente o desempenho sexual nos homens obesos. Todos nós sabemos que comer uma dieta saudável, à base de vegetais, frutas, peixe e carnes brancas magras em conjunto com algum exercício reduz o perigo de ataques cardíacos e tromboses. Diversos estudos demonstraram que um estilo de vida idêntico é igualmente efetivo no tratamento da disfunção erétil. Está provado que a obesidade é uma causa muito comum da disfunção erétil.

Tenha cuidado pois existe uma forte probabilidade de ataque cardíaco nos homens que têm dificuldade em obter ou manter uma ereção. Principalmente nos homens mais velhos, que são mais comummente atacados por causas físicas, ao contrário dos homens novos cujas causas são principalmente psicológicas. Para estes (os mais velhos) é aconselhável uma avaliação medica detalhada, eletrocardiograma, medição da pressão sanguínea, colesterol e etc.

Uma mudança de estilo de vida, com vista a reduzir o peso se necessário, uma dieta pobre em gorduras, redução do consumo de tabaco e álcool, um melhoramento dos padrões de sono e algum exercício são essenciais a todos os homens acima dos 50 que comecem a sentir dificuldades de ereção.

Se começar a sofrer de disfunção erétil é importante seguir estas recomendações e fazer uma avaliação clinica antes de começar qualquer tratamento, prescrito ou natural, pois algumas ervas são muito potentes e ser perigosas em homens com predisposição para ataques cardíacos. Mesmo sendo muito mais seguras que os tipos de medicamentos para este efeito podem causar efeitos secundários fortes quando em altas doses.

O melhor suplemento para a disfunção erétil

Os suplementos são uma abordagem mais natural e segura para o tratamento desta condição do que os medicamentos prescritos.

melhor suplemento para a disfunção erétilAcima discutimos as diferentes causas e fatores da disfunção erétil, tanto psicológica como orgânica, e agora queremos dar-lhe a conhecer um suplemento com anos de pesquisas para conseguir uma formula eficiente e segura de proporcionar uma ajuda a todos os homens que lutam para conseguir ou manter uma ereção apropriada ao ato sexual: VigRx Plus.

Diversos químicos que se encontram no organismo estão envolvidos na resposta sexual, como a dopamina, acetilcolina e o óxido nítrico, e todos eles podem ser manipulados com a ajuda de algumas ervas. VigRx Plus é um poderoso suplemento para o desempenho sexual masculino que proporciona resultados notáveis em cerca de 76% dos homens entre a segunda e a quinta semana de toma regular.

Os criadores deste suplemento testaram diversas combinações de extratos vegetais até chegarem à atual formulação, para obterem uma ótima performance isenta de efeitos secundários. E o certo é que resulta, tornando este suplemento num dos melhores e mais seguros no combate aos sintomas da disfunção sexual e de outros problemas sexuais no homem.

PLPinto.M.Gosta dos nossos artigos? Pode seguir-nos nas redes sociais e partilhar com seus amigos. Também temos sugestões de outros artigos (no desktop, PC, à sua direita e no celular a seguir). Ou então clique no link do botão amarelo a seguir e veja a lista dos produtos que recomendamos para a disfunção erétil.
 
PLPinto.M. Recomenda

Melhores Remédios Disfunção Erétil
 
  Google Plus Facebook  
PLPinto.M.Magazine PLPinto.M.Magazine
» Sobre » Contatos » Condições
 
Disfunção Erétil → Como Escolher o Melhor Remédio Natural Disfunção Erétil → Como Escolher o Melhor Remédio Natural
Disfunção Erétil / Impotência → Os Melhores Tratamentos Disfunção Erétil / Impotência → Os Melhores Tratamentos
Disfunção Erétil / Impotência → Tudo que Precisa Saber Disfunção Erétil / Impotência → Tudo que Precisa Saber
A Disfunção Erétil e os seus Tratamentos A Disfunção Erétil e os seus Tratamentos
 
 
 
Nós promovemos ou sugerimos a venda de produtos e/ ou serviços que não são nossos. As nossas recomendações são sempre baseadas na nossa crença de que o produto oferece excelentes benefícios aos nossos leitores.
No entanto, esta informação não deve ser tomada como conselho médico ou prescrição de tratamento para qualquer doença.
PLPinto.M.pt ® Todos os Direitos Reservados.
 
» Sobre » Contatos » Condições

Nós promovemos ou sugerimos a venda de produtos e/ ou serviços que não são nossos. As nossas recomendações são sempre baseadas na nossa crença de que o produto oferece excelentes benefícios aos nossos leitores.
No entanto, esta informação não deve ser tomada como conselho médico ou prescrição de tratamento para qualquer doença.

PLPinto.M.pt ® Todos os Direitos Reservados.