Candidíase – Sintomas, Perigos e Tratamentos

 

Candidíase – Sintomas, Perigos e Tratamentos

A candidiase é uma das doenças mais comuns que podem afetar qualquer pessoa, especialmente as mulheres. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças estima que uma em cada três mulheres sofra de infeção por fungos pelo menos uma vez na vida. A principal causa de infeção por fungos é um gênero de fungo conhecido como Candida Albicans. Todo mundo possui uma quantidade controlada de Cândida no corpo, no entanto, um desequilíbrio corporal pode resultar no aumento acima do normal da Cândida no organismo, causando a candidíase.

A candidíase se desenvolve em áreas quentes e escuras do corpo, incluindo o trato intestinal, a cavidade bucal e as áreas genitais, e subsiste em açúcar e proteínas. Especificamente, a candidíase vulvovaginal, vulgarmente conhecida como candidíase vaginal, e é causada pelo aumento descontrolado dos níveis de levedura na área vaginal.

Os sintomas da candidíase diferem muito, conforme o sítio infetado.

Os sintomas comuns de uma infeção vaginal por candidíase é uma comichão e um ardor intenso, assim como um corrimento vaginal parecido com queijo derretido. Causa igualmente ardor intenso ao urinar e dor ao praticar sexo.

sintomas da candidíaseA_candidíase genital no homem apresenta normalmente uma irritação com pequenas borbulhas na glande, no corpo do pénis ou nas virilhas, com comichão intensa.

A candidíase oral, também chamada de candidíase bucal, é caracterizada por pequenas borbulhas de cabeça branca e base vermelha, e ataca dentro da boca, normalmente no céu da boca e na língua que ficam cobertas por uma espécie de veludo branco, mas em alguns casos a língua pode ficar vermelha, sem o aspeto esbranquiçado.

O fungo pode igualmente espalhar-se internamente, por todo o corpo, afetando por norma os olhos, o coração, sangue, rins e cérebro. Pode mesmo atacar os pulmões e o fígado.

A candidíase pode inclusive aparecer em qualquer parte do corpo que apresente uma lesão. Normalmente apresenta uma infeção causada por muitas pequenas borbulhas, que apresentam um aspeto avermelhado e podem ter áreas satélites, com pequenos focos de infeção à volta da infeção principal. Essas áreas podem causar dor e comichão individualmente.

Se o fungo ataca o sangue a pessoa pode apresentar uma aspeto doentio e ter febre. Se ataca o cérebro a pessoa pode apresentar mudanças drásticas de comportamento e capacidades mentais.

Os sintomas exteriores da candidíase normalmente são acompanhados de dores e comichão. Se os sintomas são interiores o órgão atacado pode doer e começar a funcionar mal. No entanto a maioria dos sintomas de candidíase são exteriores e recorrentes. É normal algumas pessoas apresentarem candidíase genital ou candidíase oral numa base recorrente.

É aqui que está o perigo! Uma simples candidíase genital ou candidíase oral, quando não tratada, pode resultar em infeções interiores mais graves. Isto torna o tratamento para candidíase muito importante, pois se não for efetuado tratamento, para além da possibilidade de infetar outras áreas do corpo, ela pode voltar regularmente.

Sabia que a candidíase pode matar?

A candidíase é perigosa. Embora seja uma doença muito comum e fácil de tratar deve ser levada a serio. Existem problemas sérios que a candidíase pode apresentar quando não é tratada. As consequências podem não ser visíveis no curto prazo, mesmo quando existem erupções, mas pode atacar órgãos internos e causar doenças graves.

A candidíase vaginal pode-se tornar crônica. O desconforto da candidíase vaginal é bastante forte e o embaraço e transtorno sexual também. Agora imagine sentir este desconforto e embaraço sete ou oito vezes por ano, para toda a vida.

A candidíase também causa infertilidade. O ambiente vaginal e o PH, alternado pela cândida, pode-se tornar hostil para os espermatozoides e não permitir que eles sobrevivam, o que pode levar a que não consiga engravidar.

Sem tratamento a candidíase, que até é uma doença de fácil tratamento, pode tornar-se crônica e uma praga para toda a vida. As boas notícias é que tratar a candidíase é fácil, rápido e pode ser feito imediatamente escolhendo um bom tratamento para candidíase. Esta doença pode e deve ser tratada assim que aparece para evitar futuros problemas.

Felizmente, existem remédios caseiros e naturais que regulam e eliminam esses fungos, mantendo o corpo livre das irritações e desconfortos causados por essa infeção. Abaixo estão alguns remédios caseiros que são comprovadamente seguros e eficazes.

Remédios Caseiros para Candidíase

Óleo da Árvore do Chá

Remédios Caseiros para CandidíaseO_Óleo_da Árvore do Chá (tea tree Olil) é conhecido pelas suas propriedades antifúngicas e antimicrobianas fortes. Para aplicar lubrifique um pedaço de algodão com água, coloque algumas gotas de óleo puro e insira na vagina. O óleo também pode ser adicionado à água do banho. Algumas gotas são suficientes para combater o crescimento de bactérias e fungos.

Mas atenção que este óleo é venenoso e não pode ser ingerido.

Vinagre de maçã

Desde os tempos antigos, o vinagre de maçã tem sido um remédio confiável para infeções de candidíase. Dilua 2 colheres de sopa de vinagre em 1 xícara de água e aplique em duchas. Certifique-se que o vinagre foi corretamente diluído, pois a acidez do vinagre pode causar ardor. Se a região estiver muito irritada, adicione alho à mistura antes da ducha.

Iogurte Natural

Muitas mulheres creem que o iogurte natural ajuda a regular e a curar a candidíase vaginal. Para um melhor resultado, além de consumir o iogurte, aplique-o na área irritada. Para aplicar, mergulhe um pedaço de algodão ou um tampão no iogurte e o insira na vagina, deixando-o por uma hora ou mais. O iogurte contém quantidades consideráveis de bactérias boas que estabilizam e eliminam os fungos que causam o crescimento da candidíase.

Folhas de Neem

Esta potente erva Ayurvedic, também conhecida como mélia, tem propriedades antifúngicas e antibacterianas potentes. Ela já é usada por muitas gerações como um eficaz limpador do sangue. A Neem controla eficientemente o crescimento de bactérias e fungos ruins, que é a principal causa de infeção por candidíase.

Probióticos

Os probióticos são também remédios naturais muito comuns contra a candidíase. Eles são microorganismos que vivem no trato digestivo e na vagina. Os probióticos são bactérias "amigáveis". Eles impedem a disseminação de organismos potencialmente prejudiciais, tais como a candida. Por isso, os cientistas têm explorado as várias possibilidades de fabricação de suplementos probióticos como remédio natural para a candidíase.

As investigações mostram que os baixos níveis de lactobacilos na vagina estão associados com o aparecimento de infeções por fungos, além disso, os lactobacilos previnem o crescimento da Candida Albicans na vagina.

Remédios Naturais para candidíase

Remédios Naturais para candidíaseEmbora todos estes remédios caseiros sejam eficientes no tratamento e alivio dos sintomas da candidíase, individualmente ou em conjunto, a verdade é que não é fácil eliminar esta doença definitivamente apenas com remédios caseiros.

Para além disso o tratamento é sempre longo e a maioria destes remédios são incómodos de se aplicarem durante o tempo necessário para uma cura efetiva, o que leva muitas mulheres a desistir aos primeiros sintomas de alivio, antes da cura estar consumada.

Por este motivo é recomendável para quem tenha possibilidade económica de optar por tratamentos naturais. São igualmente seguros, pois são feitos de extratos vegetais que se encontram na natureza e já são utilizados por povos indígenas contra doenças fungicidas à centenas de anos, e são muito mais simples de utilizar e eficientes, pois são compostos pela quantidade certa de cada ingrediente para ser efetivo sem causar efeitos secundários.

Nós recomendamos Yeastrol - o melhor remedio natural para o tratamento da candidíase.

Veja Também Este Artigo

.Ou
Conheça os Produtos que Recomendamos para Acabar com a Candidiase de Vez
Clica Aqui

 
» Sobre » Contatos » Condições

Nós promovemos ou sugerimos a venda de produtos e/ ou serviços que não são nossos. As nossas recomendações são sempre baseadas na nossa crença de que o produto oferece excelentes benefícios aos nossos leitores.
No entanto, esta informação não deve ser tomada como conselho médico ou prescrição de tratamento para qualquer doença.

PLPinto.M.pt ® Todos os Direitos Reservados.